Flacidez dos braços: tem tratamento? - Clínica Sitonio

Flacidez dos braços: tem tratamento?

Se tem uma coisa que incomoda as mulheres é a flacidez dos braços.

Na hora de dar um tchau e o braço balança, ai da vontade de baixar, não dá?

Pois vamos falar sobre isso hoje.

Eu sou a doutora Renata Sitonio, sou dermatologista, e você pode me seguir no Instagram @dicadedermato.

Então, com o aumento da longevidade, a gente sabe que as pessoas hoje estão vivendo mais e melhor. A gente cuida mais da aparência da face, e o corpo também tem se tornado uma preocupação frequente.

Até muito pouco tempo, não se tinha muitos tratamentos para tratar a flacidez corporal. Isso tem mudado, principalmente depois que a gente começou a usar o ácido poli-l-láctico, ou Sculptra, para tratar a flacidez dos braços, das coxas, do bumbum e do abdômen.

Particularmente a flacidez da pele, da parte interna dos braços, tem mostrado bons resultados com a aplicação do ácido poli-l-láctico.

Já têm muitos trabalhos na literatura que mostram que esse ácido produz uma reação local, gradual, que pode levar à recuperação da rede de colágeno, que se modifica durante o processo do envelhecimento.

O novo colágeno começa a se formar um mês depois da primeira aplicação, e continua a aumentar por um período de até nove meses a um ano.

Aqui na clínica eu gosto de associar o Sculptra com a radiofrequência, que é um aparelho chamado Exilis. Depois da primeira sessão do Sculptra eu inicio o tratamento com o Exilis, para potencializar a produção de colágeno, isso tem melhorado muito os resultados.

Cada paciente vai responder de uma forma ao tratamento, e esse é um tratamento que pode ser feito tanto em pacientes mais jovens, que ainda estão começando a sentir os primeiros sintomas de flacidez do braço, quanto nas pacientes mais maduras, que já têm aquela flacidez instalada. A diferença vai ser a quantidade de produto e o número de sessões.

Se você gostou desse vídeo, compartilhe com as pessoas que precisam dessa informação e que sentem esse incômodo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Olá, posso ajudar?